Ainda Não te Registaste? Clica aqui para o fazeres é Gratuito

Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net
www . Bombeiros - Portugal . net
O Ponto de Encontro de Todos Os Bombeiros
 
   Página InicialPortal AlbumAlbum  PortalForum FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   CalendarioCalendario  Lista de utilizadores BanidosLista de utilizadores Banidos   RegistarRegistar 
 Recomendar site a um amigoRecomendar  PerfilPerfil    Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas    EntrarEntrar  Ocorrências ActivasOcorrências Activas  Ocorrências ActivasRisco de Incêndio   LinksLinks   Links>Chat 
 Envie NoticiasEnviar Noticias  VideosVideos  EventosAdicionar Eventos  EventosEnviar Fotografias


Inauguração das instalações do INEM em Coimbra


 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net -> INEM



Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
Kelinha




Registrado em: 13 Jul 2006
Mensagens: 4852

MensagemColocada: Qua Out 31, 2007 10:15 am    Assunto:
Inauguração das instalações do INEM em Coimbra
    Responder com Citação

Intervenção do Ministro da Saúde na inauguração das instalações do Instituto Nacional de Emergência Médica, em Coimbra

Senhores Presidentes de Câmara,
Senhores Governadores Civis,
Senhor Presidente da ARS do Centro,
Senhor Presidente da Assembleia Municipal de Coimbra,
Minhas Senhoras e Meus Senhores,

Em primeiro lugar, quero manifestar a minha satisfação em participar na cerimónia de inauguração das novas instalações do INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica, IP) na delegação do Centro e sublinhar que a actividade de urgência e emergência está a sofrer um profundo alargamento e extensão da sua actividade em todo o Pais.

Começámos pelo Algarve e Alentejo a concretização das vias verdes, coronária e de AVC. Colocámos em acção, desde 25 de Abril deste ano, o Saúde 24, novo centro de atendimento telefónico para todo o espaço nacional, o qual regista altos graus de qualidade e satisfação. Estamos a adquirir, treinar e equipar os novos meios de transporte de urgência/emergência, em todas as regiões do País.

Com a inauguração deste novo espaço cumprimos mais uma parte deste programa com vista à melhoria da qualidade da assistência urgente e emergente, à melhor acessibilidade a estes cuidados, à equidade no acesso e à promoção da racionalização dos recursos.

Com a abertura destas novas instalações na Delegação Regional do Centro, estamos a dar resposta: prestação de cuidados, transporte e comunicações. Estas novas instalações representam um investimento de 420 mil euros e tornam-se necessárias devido ao crescimento que os serviços do INEM têm verificado, quer em número de recursos humanos, quer em actividade desenvolvida.

A Delegação Regional do Centro passa agora a funcionar num edifício com condições que permitirão melhor qualidade de trabalho para um serviço desta natureza. Albergam os serviços de coordenação, administração e logística da Delegação Regional, bem como o Centro de Orientação de Doentes Urgentes e o Centro de Formação da Região Centro, os quais se encontravam até agora dispersos em dois edifícios.

As novas instalações têm cerca de 1500 metros quadrados. O espaço estende-se por um piso e meio e vai permitir condições para melhor desempenho do nosso pessoal: gabinetes de coordenação dos vários serviços, gabinetes de apoio administrativo, sala de sistemas, zona de apoio ao funcionamento do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), salas de formação e um pequeno auditório compõem esta infra-estrutura. Basta referir que os CODU do INEM abrangem, já desde 2006, toda a população do País.

O orçamento de despesa do INEM para 2008 ascenderá a 45,7 milhões de euros, sendo superior ao valor orçamentado para o corrente ano em 4,9 milhões de euros, ou seja, mais 11,9%. Até ao primeiro trimestre de 2008 prevemos instalar 23 ambulâncias SIV (Suporte Imediato de Vida) em todo o País, 12 ambulâncias de emergência (SAE) e mais uma viatura médica de emergência e reanimação. Até Dezembro de 2007 instalaremos oito ambulâncias na Região Centro, três de Suporte Básico e cinco de Suporte Imediato de Vida.

Naturalmente, estamos a reforçar os recursos humanos através de conhecimentos técnicos diferenciados e treino específico. No início de 2007 foram descongelados 127 lugares do mapa de pessoal do INEM. No processo de requalificação das urgências, em que o INEM tem importância estratégica, está previsto o descongelamento de 651 vagas: 50 já foram autorizadas, 117 (tripulantes de ambulância de emergência e enfermeiros) aguardam despacho final e 484 (tripulantes de ambulância de emergência e enfermeiros) estão em análise nos serviços competentes. Para 2008 prevê-se o descongelamento de mais lugares. O facto de, no INEM, estarmos a realizar um esforço de sinal positivo, num contexto nacional de contracção dos efectivos da Administração Pública, documenta bem a importância que o Governo atribui ao INEM.

As viaturas de emergência básica, tripuladas por enfermeiros, são ambulâncias de socorro, destinadas à estabilização e transporte de doentes que necessitem de assistência logo desde o encontro e durante o transporte. Tripulação treinada e equipamento adequado permitem a aplicação de medidas de Suporte Básico de Vida (SBV). Do equipamento faz parte material de avaliação e estabilização, de trauma e de doença súbita. Estas ambulâncias vão também estar equipadas com electrocardiógrafo de doze derivações.

As ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV) têm uma tripulação constituída por um enfermeiro e um técnico de ambulância de emergência. Trata-se de uma ambulância de socorro, acrescida de um monitor-desfibrilhador e possibilidade de administração, sob controlo e orientação médica à distância, de fármacos necessários para ocorrer a situações de analgesia e trombólise. O equipamento das SIV permite a transmissão do electrocardiograma e sinais vitais. Esta ambulância está também equipada com material vídeo e áudio para contacto directo e permanente com os médicos dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes.

Minhas Senhoras e Meus Senhores,

Maiores responsabilidades de intervenção e de coordenação da actividade de urgência e emergência estão a ser atribuídas ao INEM. A recolha, estabilização, transporte seguro e entrega a uma urgência preparada são hoje uma parte integrante e integradora do atendimento de urgência e emergência. O INEM tem visto sobre ele recaírem novas responsabilidades, novas tarefas e também novos meios para as realizar. Passado o período inicial de articulação necessária com as Administrações Regionais de Saúde e com o programa vertical de luta contra as doenças cardio-cérebro-vasculares, o INEM passou a responder, reforçando a sua logística, desenvolvendo as suas capacidades formativas próprias, recrutando pessoal para adequada qualificação e articulando-se com os pontos da Rede Nacional de Cuidados de Urgência. Uma reforma exigente, de grande dimensão, que exige forte empenhamento e rigor. Empenhamento no planeamento, programação, implementação e avaliação. Rigor e exigência no uso dos avultados meios que o País lhe entrega. Definição clara de prioridades, programação de aquisições, respeito escrupuloso por todos os requisitos legais de aquisição de bens e serviços, definição de padrões e exigências de recrutamento e formação que garantam qualidade.

O INEM tem respondido de forma positiva a estas exigências. Está a cumprir.

Quero ainda dirigir uma palavra aos restantes actores essenciais para este programa: aqueles que trabalham nas urgências, quer eles se integrem nos centros de saúde ou nos hospitais; as administrações hospitalares de cujo apoio logístico e tantas vezes fraterno o INEM também depende; as corporações de bombeiros a quem confiamos a parte mais substancial e habitual do transporte dos nossos doentes, cuja articulação com o INEM tem que ultrapassar as querelas do circunstancial e do protagonismo. Somos todos essenciais para o muito que há a fazer. E mais: todos aprendemos uns com os outros. Emulação saudável é fonte de progresso, se a não deixarmos cair na rivalidade e na entropia.

Senhor Presidente e Colaboradores,

Os contribuintes e cidadãos portugueses confiam-vos meios que nunca antes haviam disponibilizado nesta área de intervenção. Fazem-no por confiarem na vossa capacidade de execução. Estamos seguros de que sabereis cumprir.

Fonte Portal do governo
Voltar ao topo
Google
AdSense






Posto: Bombeiro de 3ª / Enfermeiro
Corpo de Bombeiro: Bombeiros Voluntários da Mealhada

MensagemColocada: Qua Out 31, 2007 10:15 am    Assunto:
Click Aqui para Ajudar O site
   





Cursos: Técnicas de Socorrismo / Salvamento e Desencarceramento
Voltar ao topo
Kelinha




Registrado em: 13 Jul 2006
Mensagens: 4852

Posto: Bombeiro de 3ª / Enfermeiro
Corpo de Bombeiro: Bombeiros Voluntários da Mealhada

MensagemColocada: Ter Nov 06, 2007 11:48 pm    Assunto:
INEM inaugurou as novas instalações da região Centro
    Responder com Citação



Hoje, dia 30 de Outubro de 2007, pelo meio-dia, foram inauguradas as novas instalações da Delegação Regional do Centro do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizadas em Coimbra. A cerimónia foi presidida pelo Ministro da Saúde.

Durante 12 anos a Delegação Regional do Centro ocupou um espaço que veio recentemente a tornar-se insuficiente para a actividade desenvolvida. Um investimento no valor de 420 mil euros, traduziu-se num espaço de 1.500 m2 que veio melhorar as condições de trabalho e juntar serviços que até esta data se encontravam dispersos, tais como a Administração e Logística, o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) e o Centro de Formação da Região Centro.

No seu discurso o Ministro da Saúde, Correia de Campos, manifestou satisfação pelas novas instalações e sublinhou que a actividade da emergência médica em Portugal “está a sofrer um profundo alargamento da sua actividade, sem qualquer espécie de paralelo com o passado recente”. Ao adquirir, equipar e treinar novos meios de emergência em todas as regiões do país, a inauguração da nova Delegação Regional do Centro do INEM, veio cumprir mais uma etapa que se reflecte na melhoria dos serviços de assistência médica.

O Presidente do INEM, Luís Cunha Ribeiro, relembrou que o INEM atende aproximadamente 4.000 chamadas por dia, que correspondem a 1.700 accionamentos de meios do INEM. No âmbito do projecto da reestruturação das urgências, afirmou: “Temos as condições físicas e materiais para dar resposta a esse desafio”.

Sobre esses novos desafios, o Ministro da Saúde informou ainda que até Dezembro de 2007, na região Centro serão instaladas 5 Ambulâncias de Socorro e 3 Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV). No resto do país, e até ao primeiro trimestre de 2008, serão instaladas 12 novas Ambulâncias de Socorro e 1 Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

Nas palavras do Ministro da Saúde, “o INEM passou a responder reforçando a sua logística, desenvolvendo as suas capacidades, recrutando pessoal, formando e articulando-se com a rede de cuidados de urgência. Uma reforma exigente, de grande dimensão, que exige forte planeamento e rigor”.

Leia o discurso do Ministro da Saúde (Link)

Fonte INEM

Cursos: Técnicas de Socorrismo / Salvamento e Desencarceramento
Voltar ao topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net INEM Todos os tempos são GMT
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum
Você não pode anexar ficheiros neste fórum
Você não pode baixar ficheiros neste fórum



Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Layout por ViPeR5000
Googlepage: GooglePullerPage
eXTReMe Tracker


CSS Valid PHP Valid CSS Valid
server monitor

[ Time: 0.2665s ][ Queries: 32 (0.0468s) ][ Debug on ]