Ainda Não te Registaste? Clica aqui para o fazeres é Gratuito

Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net
www . Bombeiros - Portugal . net
O Ponto de Encontro de Todos Os Bombeiros
 
   Página InicialPortal AlbumAlbum  PortalForum FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   CalendarioCalendario  Lista de utilizadores BanidosLista de utilizadores Banidos   RegistarRegistar 
 Recomendar site a um amigoRecomendar  PerfilPerfil    Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas    EntrarEntrar  Ocorrências ActivasOcorrências Activas  Ocorrências ActivasRisco de Incêndio   LinksLinks   Links>Chat 
 Envie NoticiasEnviar Noticias  VideosVideos  EventosAdicionar Eventos  EventosEnviar Fotografias


Dois turistas portugueses continuam em estado crítico


 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net -> INEM





Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
Bravo33



Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 19 Jun 2006
Mensagens: 1260
Local/Origem: Mealhada

MensagemColocada: Seg Jul 24, 2006 11:07 am    Assunto:
Dois turistas portugueses continuam em estado crítico
    Responder com Citação

Dois turistas portugueses continuam em estado crítico

Esta manhã poderão começar a ter alta os oito feridos ligeiros internados em Vigo, na sequência de uma acidente ocorrido sábado com um autocarro de turistas, na Galiza. Internados continuam dois feridos em estado considerado muito grave e dois cuja situação clínica é de gravidade moderada.

"Amanhã (hoje) os médicos espanhóis avaliarão o estado dos pacientes podendo começar a dar altas", disse ao DN Vera Ferreira, porta-voz do INEM. Entretanto a linha posta à disposição dos familiares das vítimas pelo serviço de emergência médica português (21 3505053) vai ser desactivada. "A razão para a sua existência deixou de fazer sentido" , pois todos os familiares estão contactados e ao corrente do estado de saúde das vítimas.

Os feridos mais graves encontram-se internados no Hospital Xeral de Vigo. A situação mais complicada diz respeito a um sexagenário que, devido a complicações cardíacas, não podia ser operado. Uma mulher também se encontrava em estado considerado crítico no mesmo hospital. Os sinistrados que suscitam menos preocupação encontram-se nos hospitais Povisa e Concheiro.

Logo após o acidente, o INEM encaminhou para Vigo um psicólogo e uma equipa médica para apoiar os passageiros e os familiares das vítimas. Entretanto, a maioria já regressou a casa, em Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro.

O autocarro português, com 54 turistas de Albergaria-a-Velha, que se dirigiam para Santiago de Compostela, despistou-se na estrada que margina a costa galega entre A Guarda e Baiona, junto à localidade de Mougás, provocando 15 feridos.

Os passageiros que saíram ilesos regressaram ao nosso País num autocarro que chegou ao local do sinistro poucas horas depois do acidente.

Segundo as autoridades espanholas, o despiste pode ter acontecido por o condutor não se ter apercebido da presença de uma ponte no final de "uma curva apertada" perdendo o controlo do autocarro que se precipitou no leito do rio.

Na altura do sinistro, alguns passageiros que seguiam no autocarro, referiram que o veículo seguia a baixa velocidade, dando nota de a queda para a ravina, com cerca de 10 metros, ter sido como que "em câmara lenta".

fonte: dn online
Voltar ao topo
Google
AdSense






Posto: Bombeiro de 3ª
Corpo de Bombeiro: 0112- Mealhada

MensagemColocada: Seg Jul 24, 2006 11:07 am    Assunto:
Click Aqui para Ajudar O site
   





Cursos: Tripulante de Ambulância de Transporte, Salvamento e Desencarceramento / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Bravo33



Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 19 Jun 2006
Mensagens: 1260
Local/Origem: Mealhada
Posto: Bombeiro de 3ª
Corpo de Bombeiro: 0112- Mealhada

MensagemColocada: Seg Jul 24, 2006 11:09 am    Assunto:
Feridos vão manter-se nos hospitais espanhóis
    Responder com Citação

Feridos vão manter-se nos hospitais espanhóis
Apenas dois em estado grave



Dos 12 portugueses feridos num acidente de autocarro em Espanha apenas dois se mantêm em estado grave, adiantou ontem o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).
Do grupo de cinco feridos considerados graves, “dois mantêm o prognóstico reservado, outros dois estão em estado moderado e a evoluir favoravelmente e um outro passou a ligeiro”, indicou a mesma fonte. Os feridos vão manter-se internados nos quatro hospitais espanhóis para onde foram encaminhados, segundo o INEM, que está em articulação com o serviço congénere espanhol.
Um autocarro, que transportava 54 passageiros de Abergaria-a-Velha, Aveiro, para Santiago de Compostela, despistou-se na tarde de sábado perto da localidade de Mougás, na Galiza, causando ferimentos em 15 excursionistas portugueses. Desses, 12 foram internados nos hospitais espanhóis Xeral, Povisa, Concheiro e Fátima. Segundo as autoridades espanholas, o despiste pode ter acontecido por o condutos não se ter apercebido da presença de uma ponte no final de uma curva apertada, perdendo o controlo do autocarro. A maior parte dos passageiros já regressou a Portugal e o INEM encaminhou para Vigo um psicólogo e uma equipa médica para apoiar os passageiros e familiares das vítimas

fonte: o primeiro de janeiro

Cursos: Tripulante de Ambulância de Transporte, Salvamento e Desencarceramento / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Bravo33



Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 19 Jun 2006
Mensagens: 1260
Local/Origem: Mealhada
Posto: Bombeiro de 3ª
Corpo de Bombeiro: 0112- Mealhada

MensagemColocada: Qua Jul 26, 2006 12:30 am    Assunto:
Agravou-se estado de vítima de acidente na Galiza
    Responder com Citação

Agravou-se estado de vítima de acidente na Galiza

Causas do despiste do autocarro português ainda estão por apurar


O estado de saúde do ferido grave no acidente de sábado com um autocarro português na Galiza, Espanha, agravou-se durante a noite. A informação foi dada à agência Lusa por fonte do Hospital Xeral de Vigo, onde a vítima está internada.


"A sua condição agravou-se durante a noite devido a complicações do foro cardiológico e renal", disse a fonte. Devido aos vários ferimentos na zona do tórax, o português está "com prognóstico reservado na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI)", acrescentou.

Uma outra vítima do acidente também internada também no hospital Xeral de Vigo, está em "estado grave”. A mulher, de 58 anos, sofreu vários traumatismos e encontra-se na unidade de reanimação pós-anestésica.

De acordo com a mesma fonte, as duas vítimas são naturais do concelho de Viseu.

Entretanto, foram encaminhados para o Hospital Povisa, em Vigo, três outros portugueses, entre os quais duas mulheres com cerca de 60 anos, que inspiram cuidados especiais devido às múltiplas fracturas.

O condutor do autocarro também está sob observação devido a uma contusão lombar. "É um ferimento ligeiro pelo que deverá ter alta ainda hoje ou amanhã", acrescentou a fonte hospitaltar.

Contactado pela Lusa, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) afirmou que os familiares das vítimas já estão em Espanha a acompanhar a situação, pelo que já não se justifica a manutenção da linha telefónica de informação que disponibilizou.

Causas do acidente por apurar

O autocarro, que transportava 54 passageiros, tinha como destino Santiago de Compostela mas despistou-se pelas 16h00, perto da localidade de Mougás, província de Pontevedra, na estrada que liga as cidades galegas de Guarda e Baiona.

As causas do acidente ainda não estão apuradas, mas as autoridades espanholas arriscam dizer que se tratou de um despiste, provavelmente provocado por uma distracção do motorista que não se terá apercebido da ponte que surgiu em cima de uma curva.

Apesar de ainda não estar provada, esta hipótese pode ajudar a explicar como é que o autocarro perdeu o rumo e caiu numa ravina.

A excursão foi organizada por uma pessoa de Angeja, vila de onde são a maior parte dos passageiros. No autocarro seguiam ainda pessoas de Sobreiro, Assilhó, Pinheiro e S. João de Loure.

FONTE: SIC ONLINE

Cursos: Tripulante de Ambulância de Transporte, Salvamento e Desencarceramento / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Bravo33



Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 19 Jun 2006
Mensagens: 1260
Local/Origem: Mealhada
Posto: Bombeiro de 3ª
Corpo de Bombeiro: 0112- Mealhada

MensagemColocada: Qua Jul 26, 2006 12:32 am    Assunto:
Espanha: estado do ferido grave piorou
    Responder com Citação

O estado de saúde do ferido grave no acidente de sábado com o autocarro português na Galiza, Espanha, agravou-se durante a noite, disse hoje à Agência Lusa fonte do Hospital Xeral de Vigo, onde está internado.

«A sua condição agravou-se durante a noite devido a complicações do foro cardiológico e renal», disse a mesma fonte, acrescentando que se trata de um homem com vários ferimentos na zona do tórax.

Segundo a mesma fonte, o português está «com prognóstico reservado na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI)».

Internada também naquele hospital em «estado grave» está uma portuguesa de 58 anos, que deu entrada no Hospital Xeral com vários traumatismos, encontrando-se agora na unidade de reanimação pós-anestésica.

De acordo com a mesma fonte, ambos os doentes são naturais do concelho de Viseu.

Entretanto, foram encaminhados para o Hospital Povisa, Vigo, três outros portugueses, entre os quais duas mulheres com cerca de 60 anos.

As duas mulheres têm várias costelas partidas e uma delas apresenta também uma fractura na pélvis (ossos da bacia).

A situação das duas portugueses é considerada mais grave porque se tratam de mulheres na casa dos 60 anos com múltiplas fracturas, disse à Lusa fonte daquele hospital.

A mesma fonte indicou está também a ser observado o condutor do autocarro, «que tem uma contusão lombar».

«É um ferimento ligeiro pelo que deverá ter alta ainda hoje ou amanhã (terça-feira)», acrescentou.

Contactada pela Lusa, fonte do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) afirmou que os familiares das vítimas já estão em Espanha a acompanhar a sua situação, pelo que já não se justifica a manutenção da linha telefónica de informação que disponibilizou.

O autocarro, que transportava 54 passageiros, e tinha como destino Santiago de Compostela despistou-se pelas 16:00, perto da localidade de Mougás, ao quilómetro 25 da estrada que liga as cidades galegas de A Guarda e Baiona (província de Pontevedra).

Segundo as autoridades espanholas, o despiste pode ter acontecido por o condutor não se aperceber da presença de uma ponte no final de uma «curva apertada», perdendo o controlo do autocarro que se precipitou no leito do rio.

A excursão foi organizada por uma pessoa de Angeja, vila de onde são a maior parte dos passageiros, sendo os restantes dos lugares de Sobreiro, Assilhó, Pinheiro e S. João de Loure.


FONTE: PORTUGALDIÁRIO

Cursos: Tripulante de Ambulância de Transporte, Salvamento e Desencarceramento / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net INEM Todos os tempos são GMT
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum
Você não pode anexar ficheiros neste fórum
Você não pode baixar ficheiros neste fórum



Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Layout por ViPeR5000
Googlepage: GooglePullerPage
eXTReMe Tracker


CSS Valid PHP Valid CSS Valid
server monitor

[ Time: 0.1885s ][ Queries: 40 (0.0292s) ][ Debug on ]