Ainda Não te Registaste? Clica aqui para o fazeres é Gratuito

Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net
www . Bombeiros - Portugal . net
O Ponto de Encontro de Todos Os Bombeiros
 
   Página InicialPortal AlbumAlbum  PortalForum FAQFAQ   PesquisarPesquisar   MembrosMembros   GruposGrupos   CalendarioCalendario  Lista de utilizadores BanidosLista de utilizadores Banidos   RegistarRegistar 
 Recomendar site a um amigoRecomendar  PerfilPerfil    Ligar e ver Mensagens PrivadasLigar e ver Mensagens Privadas    EntrarEntrar  Ocorrências ActivasOcorrências Activas  Ocorrências ActivasRisco de Incêndio   LinksLinks   Links>Chat 
 Envie NoticiasEnviar Noticias  VideosVideos  EventosAdicionar Eventos  EventosEnviar Fotografias


Bombeiros dos Açores treinam no Vesúvio


 
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net -> Noticias


Ver mensagem anterior :: Ver mensagem seguinte  
Autor Mensagem
ViPeR5000(Rui Melo)
Site Admin


Sexo: Sexo:Masculino
Registrado em: 11 Jun 2006
Mensagens: 2318
Local/Origem: Mealhada

MensagemColocada: Seg Out 23, 2006 8:35 am    Assunto:
Bombeiros dos Açores treinam no Vesúvio
    Responder com Citação

Uma equipa de 13 bombeiros e dois cientistas dos Açores participam, em Nápoles, num simulacro de erupção do Vesúvio – o vulcão que um dia, segundo os especialistas, há-de explodir como em 1944.
A última grande erupção do Vesúvio, que se eleva numa montanha de quase 1300 metros sobranceira a Nápoles, Itália, foi em 1944 – mas este vulcão ainda ferve. Os serviços italianos de Protecção Civil admitem que o Vesúvio um dia vai mexer-se.

Os cientistas sabem como será. A chaminé expele como um canhão fragmentos de rochas e acumula magma até que partes da montanha desmoronam – e uma torrente incandescente precipita-se então direita a Nápoles.

O que vale é que o Vesúvio dará sinais de alarme antes da fase destrutiva, o que permitirá fugir à catástrofe.

TREINO

Está a decorrer em Nápoles um exercício de Protecção Civil para o caso de erupção, no qual pela primeira vez participa uma equipa portuguesa: um grupo de 13 bombeiros e dois cientistas da Universidade dos Açores. Levaram material científico do Sistema de Vigilância Sismológica dos Açores (SIVISA), nomeadamente sismógrafos – equipamentos solicitados pelas autoridades italianas de Protecção Civil.

A missão vai obrigar à evacuação de dois mil habitantes de Nápoles. O treino termina hoje. Participam, além das equipas de resgate italianas e portuguesas, unidades especializadas de França, da Espanha e da Suécia.

CIENTISTAS EM ACÇÃO

Os dois investigadores que integram o exercício pertencem ao Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos da Universidade dos Açores. Nicolau Wallenstein e Rita Marques chegaram a Nápoles na quarta-feira e estão, em conjunto com outros especialistas europeus, a monitorizar a actividade do Vesúvio.

Na última sexta-feira chegaram a Itália os 13 bombeiros portugueses. “A nossa missão principal é, face à erupção vulcânica, realizar a evacuação dos cidadãos portugueses que se encontram naquela zona, já que cada grupo vai evacuar os cidadãos do seu país”, disse ao Correio da Manhã o presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), António Cunha. Durante o exercício, a equipa portuguesa será chefiada por Pedro Carvalho, inspector regional de bombeiros.

António Cunha disse ao CM que os bombeiros açorianos foram seleccionados entre as corporações de Ponta Delgada, Povoação, Horta, Lajes do Pico e Santa Cruz das Flores. “Estes elementos frequentaram um curso específico, o primeiro curso CAST (Consular Assistent Team) do qual fizeram parte portugueses”, adiantou. Realizado entre 2 e 6 de Outubro, para além dos bombeiros açorianos integraram esta formação três oficiais das Forças Armadas da Zona Militar dos Açores e dois elementos do Regimento de Sapadores de Lisboa.

Se os investigadores foram para Itália carregados com equipamento científico, já os bombeiros viajaram mas leves. “A logística está a cargo da Protecção Civil italiana, porque era difícil levar todo o equipamento necessário. Os bombeiros levam apenas o equipamento básico, como telefones por satélite, algumas tendas e sacos-cama”, disse António Cunha. O simulacro, promovido pela Protecção Civil italiana com o patrocínio da União Europeia, desenvolve-se desde os primeiros sinais de erupção do Vesúvio até à evacuação de cerca de duas mil pessoas da área de risco. Um dos principais objectivos do exercício é testar o plano de emergência do Vesúvio e colocar à prova a capacidade de resposta do sistema de socorro italiano.

VULCÃO ADORMECIDO

O Vesúvio rugiu pela última vez em 1944 – e, antes disso, em 1906. Este vulcão tem um tipo de erupção chamado pliniano – em homenagem do naturalista romano Plínio, que morreu numa grande erupção de ano 79 da nossa era – e que se caracteriza por uma explosão: a chaminé funciona como se fosse um canhão e expele rochas incandescentes. Mas, antes de chegar a esta fase, o vulcão deixa vários sinais de perigo.

AÇORIANOS APRENDEM

O presidente do Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros, António Cunha, diz que a participação açoriana neste simulacro é proveitosa: “Ganhamos experiência, tendo em conta os riscos vulcânicos e sísmicos a que o arquipélago está sujeito.” Os bombeiros dos Açores, segundo António Cunha, vão participar em outros exercícios do género – “até estarmos preparados para a possibilidade de um incidente destes ocorrer na região”.

O MAR FERVEU NA ILHA DO FAIAL HÁ 50 ANOS

O Arquipélago dos Açores não conhecem uma erupção vulcânica vai para 50 anos. A última foi em Setembro de 1957 – quando o vulcão dos Capelinhos ganhou vida ao largo da ilha do Faial, mantendo--se activo até final do ano. Começou a dar sinal em 16 de Setembro de 1957. Até ao dia 27, sentiram-se na zona do Faial mais de 200 sismos.

Em 21 de Setembro de 1957 a água do mar começou a fervilhar. Três dias depois a actividade aumentou de epicentro, características geológicas e topográficas do terreno, e com as estruturas edificadas.">intensidade: jactos negros de cinzas vulcânicas projectaram-se a mil metros de altura (atingindo a altitude máxima de 1400 metros) e uma nuvem de vapor de água subiu a quatro quilómetros. Em 27 de Setembro, finalmente, iniciou-se uma erupção submarina, a 300 metros da Ponta dos Capelinhos. A partir de 3 de Outubro, as explosões, ainda que violentas, passaram a ser menos frequentes. A erupção evoluiu formando, primeiro, uma ilha, a 10 de Outubro, chamada de Ilha Nova, com 800 metros de diâmetro e 99 metros de altura.

Um violento sismo, poucos meses depois, fez com que a Ilha Nova ficasse ligada à do Faial. Em Novembro de 1957 aumentou progressivamente a actividade atingindo o seu máximo na primeira quinzena de Dezembro. A 16 deste mês começou a efusão de lava, que se manteve até Outubro de 1958. Na freguesia da Praia do Norte nenhuma casa foi poupada. Dos 30 mil habitantes da ilha na época, quase 17 mil deixaram o Faial com medo.


Por Antunes Oliveira

Fonte Correio da Manha

_________________
O que não me Mata torna-me mais forte.


I'm the ViPeR5000, always faster than you..
Voltar ao topo
Google
AdSense






Posto:
Corpo de Bombeiro: Bombeiro-Portugal

MensagemColocada: Seg Out 23, 2006 8:35 am    Assunto:
Click Aqui para Ajudar O site
   





Cursos: Técnicas de Socorrismo, Salvamento e Desencarceramento, Combate a Incêndios para equipas de 1ª Intervenção, Fenomenologia da combustão e agentes extintores , Manobras de Apoio á Extinção de Incêndios Urbanos e Industriais / Tripulante de Ambulância de Socorro
Voltar ao topo
Mostrar os tópicos anteriores:   
Novo Tópico   Responder a Mensagem    Índice do Fórum www . Bombeiros - Portugal . net Noticias Todos os tempos são GMT
Página 1 de 1

 
Ir para:  
Neste fórum, você Não pode colocar mensagens novas
Não pode responder a mensagens
Não pode editar as suas mensagens
Não pode remover as suas mensagens
Você Não pode votar neste fórum
Você pode anexar ficheiros neste fórum
Você não pode baixar ficheiros neste fórum



Powered by phpBB © 2001, 2005 phpBB Group
Layout por ViPeR5000
Googlepage: GooglePullerPage
eXTReMe Tracker


CSS Valid PHP Valid CSS Valid
server monitor

[ Time: 0.2604s ][ Queries: 29 (0.0899s) ][ Debug on ]